domingo, 13 de fevereiro de 2011

Primeira quinzena de fevereiro - e o filhote vai crescendo...

As duas primeiras semanas de treinamento do mês foram dedicadas ainda aos treinamentos de base com, praticamente, constância no volume de treinos. 
Essa manutenção do volume, sem ainda trabalhar treinos específicos de velocidade, é "exigência" do Dr. Marcelo, o lindo ortopedista, para que possa treinar enquanto faço fisioterapia. O lance é não ficar parada, não perder condicionamento. O importante é que me recupere plenamente para, a partir de março, focar no aumento de velocidade.
Falando em fisioterapia (aff...). Acho que todos que me seguem no twitter, percebem o tanto que eu 'amo' fisioterapia. Acho que a tortura chinesa teria o mesmo efeito no meu ânimo, tal euforia que sinto!
Comecei os trabalhos na última segunda feira. Cheguei na avaliação com o fisioterapeuta com as recomendações do meu coach, para que incluísse, junto aos exercícios que seriam executados, algumas atividades de fortalecimento de quadríceps e glúteos. Segundo avaliação anterior, a minha tendinite é ocasionada pela fraqueza dos músculos, notadamente do quadríceps e dos músculos do quadril. 
Pois é, meu coach foi prontamente atendido pelo fisio e fiz uma semana intensiva de musculação! Sinto cada feixezinho de músculos do meu popô... Mas tenho que admitir: uma semana de fisioterapia e senti uma diminuída no cansaço no fim dos treinos. Ontem, inclusive, fiz um treino de 10K em ritmo de 6' por minuto. Claro que foi dolorido, mas não se compara aos últimos treinos mais intensos como esse. 
Uma conclusão disso tudo? A musculação será imprescindível nos meus treinamentos - fato. 

Beijos a todos e keep running!

2 comentários:

satrijoe disse...

Pois é Pati. Os seus posts estão me convencendo a fazer musculação qdo iniciar meus treinos para a próxima maratona!

Vou na cola de vcs!!!

Pati Gomes disse...

Shigueo,
Fiz 3 avaliações fisioterápicas de novembro pra cá. Inclusive, fiz com um fisioterapeuta esportivo, cara fera. E todos disseram que as minhas lesões só serão resolvidas e novas dores serão prevenidas com a musculação.
Serão 2, 3 horas de sofrimento, para uma corrida inteira mais confortável. Então, vamos lá!